O intérprete consultor é o interlocutor direto, antes e durante o evento, entre o cliente e a equipa de intérpretes de conferência. Para além de conhecer bem a profissão e o meio da Interpretação/Tradução Simultânea, ele também é intérprete de conferência. Este último elemento constitui uma enorme vantagem, pois permite-lhe identificar imediatamente as necessidades e as dificuldades da profissão. Regra geral, já trabalhou com os profissionais que contrata para a sua equipa, facilitando assim a escolha dos intérpretes de conferência em função das línguas, do local e sobretudo do tema do evento.


Intérprete Consultor da AP | PORTUGAL

Entre em contacto com o nosso Intérprete Consultor:

Mário Júnior - tradutor e intérprete consultor com mais de 12 anos de experiência.

É membro da ATA - Associação Americana de Tradutores - e da LEXIS - Comunidade Internacional de Profissionais em Serviços Linguísticos

Email: mario.junior@apportugal.com          Ver: mario.junior.lexis.pro


A nossa metodologia

Frequentemente, o intérprete consultor é contactado pelo cliente/organizador da conferência muito tempo antes do evento a fim de dar algumas informações e fornecer um orçamento. Essa conversa entre ambos vai ajudar a definir as necessidades inerentes à prestação do serviço. O intérprete consultor deve obter o máximo de informação possível acerca do evento para que o orçamento seja adequado e não necessite de ajustamentos posteriores. Essa informação deve incluir, por exemplo, o local e a data da conferência, o horário, o tema, as línguas ativas e passivas, se o evento vai ser gravado, se há necessidade de material audiovisual, etc.


O passo seguinte do intérprete consultor é organizar a equipa de intérpretes de conferência em função do seu domicílio, dos idiomas, mas sobretudo das competências desses profissionais no tema da conferência em questão. Aquando do seu recrutamento, ele deve deixar bem claro se se trata apenas de uma reserva ou de uma oferta concreta de trabalho. No caso da primeira, o intérprete consultor reserva as datas indicadas e não poderá aceitar outra proposta de trabalho sem consultar previamente o cliente. No caso da segunda, o intérprete consultor recusará qualquer outra oferta de trabalho para as mesmas datas e, em caso de cancelamento do evento, os honorários serão devidos na íntegra ou em parte.


Uma das tarefas mais importantes do intérprete consultor é obter, reunir e transmitir toda a informação sobre o evento à equipa de intérpretes de conferência. Toda a documentação (discursos dos oradores, diapositivos para projetar, etc.) deve ser fornecida com a devida antecedência aos intérpretes de conferência para que estes tenham tempo de estudar o assunto. Também é função do intérprete consultor indagar junto do cliente se existem glossários ou listas de terminologia técnica ou até organizar um pequeno briefing.


O intérprete consultor terá que estar sempre contactável e disponível durante o evento para resolver qualquer imprevisto que possa surgir. Caso não faça parte da equipa de intérpretes de conferência, cabe-lhe a ele designar um chefe de equipa, que fará a coordenação dos intérpretes de conferência durante o evento.


No fim da conferência, o intérprete consultor deve receber um feedback por parte do chefe de equipa e fazer um balanço da conferência com o cliente. 

Orçamento Interpretação